Connect with us

Destaque

Serviços de água e esgoto têm tecnologia como aliada em Cachoeiro de Itapemirim

A utilização de ferramentas modernas pela BRK Ambiental, em especial em tempo de pandemia, proporciona mais eficiência operacional, segurança e qualidade no atendimento à população

Postado

on

A complexidade que envolve os serviços de saneamento básico fez com que a tecnologia se tornasse cada vez mais indispensável, possibilitando a realização dos serviços com mais agilidade, segurança e qualidade à população. Em tempo de pandemia do novo coronavírus, a tecnologia ganha um papel ainda mais importante. Em Cachoeiro de Itapemirim, a BRK Ambiental utiliza a tecnologia de diversas formas para fazer a gestão dos serviços de água e esgoto, empregando instrumentos de redução de perdas, softwares, telemetria e sistema de monitoramento de dados, entre outros

Os sistemas de distribuição de água e coleta de esgoto da concessionária são monitorados por uma Central de Controle Operacional (CCO), localizada na sede da empresa, na Ilha da Luz. “Por meio desse sistema, é possível acompanhar e monitorar, em tempo real, diversas variáveis, como corrente e tensão dos sistemas de bombeamento, pressão e vazão nas redes, nível dos reservatórios e parâmetros de qualidade da água, como turbidez, pH, flúor e cloro da água tratada pelas estações de tratamento”, explica o gerente Operacional da BRK Ambiental, Jocimar de Assis Alves.

Por meio da tecnologia, também é feita a operação dos sistemas de bombeamento (partida e parada dos motores) através de comando remoto, possibilitando uma ação instantânea em caso de alguma anomalia no sistema. Outra ferramenta que tem auxiliado a concessionária, especialmente na redução de perdas, é o geofone, um instrumento que detecta vazamentos não aparentes.

Jocimar de Assis Alves explica que o aparelho é utilizado em áreas em que o sistema de monitoramento acusa uma vazão distribuída maior do que a calculada para a população da respectiva zona de abastecimento. “Nossos técnicos utilizam o aparelho que escuta ruídos para detectar os vazamentos que ainda não afloraram. Com esse tipo de trabalho, é possível encontrar problemas no sistema de abastecimento de água antes mesmo que tragam algum impacto aos usuários da rede”, afirma. A BRK Ambiental possui um dos menores índices de perdas físicas de água do Brasil, tendo ficado em 12,92% em 2019.

A atenção da concessionária também está dedicada a fontes de energias alternativas, com a implementação, no segundo semestre de 2019, de uma usina fotovoltaica na Estação de Tratamento de Esgoto de Córrego dos Monos. A usina fotovoltaica possui 50 placas, que juntas têm uma potência máxima de 15,25 kwp (quilowatt pico). A quantidade de energia gerada é suficiente para abastecer 23 das 90 instalações de energia ligadas ao sistema de água no município de Cachoeiro, entre macromedidores, reservatórios e unidades de captação, tratamento e distribuição.

Investimentos agilizam e dão mais segurança no atendimento

O gerente Operacional Jocimar de Assis Alves destaca que, nos últimos três anos, a BRK Ambiental destinou recursos para a compra de novos geofones e instrumentos de monitoramento de vazão de água na rede, instrumentação das Estações de Tratamento de Água, além da instituição da energia fotovoltaica e medição remota.

Ele salienta que a equipe de técnicos de campo da concessionária também aumentou sua eficiência com a utilização de aparelhos de telecomunicação que permitem a gestão das Ordens de Serviços de maneira remota. Desta forma, o controle dos serviços é feito totalmente online, com as demandas sendo recebidas em tempo real pelas equipes de campo, que atuam com a maior celeridade possível.

“A tecnologia nos permite, hoje, atuar com um menor tempo de resposta, antecipação de soluções, mapeamento de adversidades operacionais e estratégias de melhorias. Utilizamos modernos sistemas e ferramentas disponíveis no mercado e nos mantemos atualizados em relação aos lançamentos de soluções técnicas. Além disso, existe um plano de investimento e melhoria das estruturas das instalações físicas operadas pela empresa, garantindo a qualidade e a eficiência operacional”, finaliza o gerente Operacional da BRK Ambiental em Cachoeiro.