Connect with us

Castelo

PROJETO QUE CONCEDE DESCONTO NO IPTU, FICA MAIS UMA VEZ PARALIZADO NA CÂMARA MUNICIPAL DE CASTELO!

Postado

em

O prefeito de Castelo, João Paulo, em atendimento ao requerimento do vereador Renan Maia, compareceu ontem terça- feira,(31), à Câmara Municipal para esclarecimento sobre o projeto da vereadora Lúcia Venturim.

Projeto esse que autoriza o executivo a modificar a lei de diretrizes orçamentárias, a fim de garantir para a população o desconto no IPTU, desconto que já vinha sendo concedido a alguns anos, e é garantido por lei municipal.
O prefeito João Paulo de forma cordial se prontificou e foi até a Câmara para explicar seu ponto de vista e esclareceu dúvidas pontuais de alguns vereadores.

Contudo o que ficou claro na sessão de ontem terça feira, (31), é que o projeto da DEMOCRATA Lúcia Ventorim, não precisaria existir para que a gestão do município concedesse esse desconto, que tanto beneficia a população em geral, tanto os que optarem pelo pagamento em cota única, com desconto de 20%, quanto aos que pagarem parcelado, com o desconto de 10%, com tudo isso apesar da pressão que sofre, a vereadora segue firme em defesa da população e de seu projeto.
Segundo o prefeito a população terá que aguardar ainda mais um pouco até que se tenha o parecer do tribunal de contas, e afirma também que por motivos legais, segundo ele, sua gestão não irá interromper o prazo de vencimento para o IPTU municipal.
Com toda a discussão, o vereador Edmar Celin pediu vista ao projeto por uma sessão, e o mesmo não foi votado já em 2⁰ discussão, e caso desça para a próxima sessão ordinária que será ainda na próxima semana, o IPTU dos munícipes já estará com prazo de vencido.
Entre falas e discussões em alto Tom, Vereador Celin afirmou direcionando para a vereadora do democratas, de que ele foi eleito para fiscalizar e não está preocupado em fazer média com a população.
Confira a fala do vereador:

Agora a pergunta que fica é a seguinte, o que a população deve fazer?
O munícipe deve deixar de pagar o IPTU e depois pagar vencido após a conclusão dessa discussão, aguardando a conclusão se terá ou não desconto?
Ou o munícipe deve pagar seu IPTU em dia, e caso o projeto da vereadora seja aprovada após o vencimento ele será restituído?