Connect with us

Destaque

Professora de Anchieta é vencedora do Prêmio Shell de Educação Científica

Postado

em

Notícia boa tem que ser compartilhada, ainda mais quando se trata de educação. No final de dezembro a professora da rede municipal de Anchieta, Cibele Kemeicik da Silva Machado foi vencedora do prêmio Shell de Educação Científica, na categoria Ensino Fundamental II do Espírito Santo. A professora de ciências leciona na escola Emeief Élson Garcia, em Ubu, onde desenvolveu o trabalho com as turmas de 9° ano em 2019.

Ela criou um projeto em que os alunos produziam uma montanha russa de papel e aplicavam teorias e conceitos ensinados durante as aulas. Os alunos se organizavam em grupos e escolhiam criar um circuito que seria percorrido no maior ou no menor tempo por uma bolinha. E a professora premiou os melhores modelos de montanha russa criados na sala de aula. Conforme Cibele, a ideia foi proposital para quebrar o mito de que aprender ciências é complicado. “Foram trabalhos muito interessantes. Além dos alunos construírem a montanha russa, eles aprenderem de uma forma lúdica os conceitos de física e também realizaram um relatório com o detalhamento dos cálculos que usavam”, contou a professora.

Ela explica que apesar de confiar na qualidade do trabalho, ficou muito surpresa com a premiação que aconteceu de forma virtual e foi gravada em vídeo. “Quando informaram que o trabalho estava entre os finalistas eu não sabia com quais projetos estávamos concorrendo. Quando vi o nome dos projetos do segundo e terceiro lugar, cheguei a achar que não tinha chances, porque eram ótimos trabalhos. Quando descobri que ganhei o primeiro lugar, foi só alegria”.

A professora conta que ao saber do resultado foi pura emoção. “Não sabia de gritava ou chorava, foi muita emoção. Estava concorrendo a final com outros 4 projetos muito bons. Eu acompanhei o resultado com milha família e todos se emocionaram”, disse.

Sobre o prêmio

O Prêmio Shell de Educação Científica acontece desde 2014 e busca incentivar e valorizar os profissionais da educação nas áreas de ciências e matemática do Rio de Janeiro e do Espírito Santo. Todo ano, são selecionados e premiados projetos de educação inovadores que, por meio de metodologias diferenciadas, imprimam novas formas de ensinar e de aprender. O objetivo é reconhecer o trabalho de professores que transformam a sala de aula em ambientes inovadores e criativos, incentivando o interesse dos alunos pelo conhecimento científico.

A professora Cibele e os vencedores das outras categorias do Prêmio Shell serão contemplados com uma viagem educativa a Londres na Inglaterra, onde os professores farão uma imersão na área das ciências. Mas em virtude da pandemia provocada pela Covid-19 a viagem será adiada e deve ser realizada após a retomada da normalidade.