Connect with us

Cachoeiro de Itapemirim

Mais de 4 mil pessoas ainda não foram receber 2ª dose contra Covid-19

Postado

em

Mais de 4 mil pessoas ainda não foram receber 2ª dose contra Covid 19

Idosos e trabalhadores de estabelecimentos de saúde são a maioria Foto: Márcia Leal/PMCI

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) de Cachoeiro, cerca de 4.100 pessoas não buscaram a segunda dose da vacina contra a Covid-19 no prazo em que deveriam. Idosos, incluindo maiores de 80 anos, e trabalhadores de estabelecimentos de saúde são a maioria.

Mesmo com atraso, a Semus reforça que é imprescindível que essas pessoas procurem as Unidades Básicas de Saúde (UBS) ou a Policlínica Municipal Bolívar de Abreu (Centro Municipal de Saúde) para completarem o esquema vacinal e garantirem toda a proteção oferecida pelos imunizantes.O secretário municipal de Saúde, Alex Wingler, ressalta que quem toma a primeira dose de um imunizante administrado em duas doses (AstraZeneca, CoronaVac e Pfizer) precisa ficar atento à data para segunda aplicação, registrada no cartão de vacina, para não perder o prazo.  “Diferente de outras cidades, em Cachoeiro, com exceção de algumas categorias profissionais, não é necessário fazer agendamento para receber a dose dois. Basta comparecer a uma UBS ou à Policlínica para ser imunizado. É muito mais simples”, frisa.Se o motivo de não se buscar a D2 é a desconfiança em relação às vacinas, o secretário assegura: “todos os imunizantes que estamos aplicando são seguros e têm eficácia imunológica cientificamente comprovada”. “E quem acha que apenas a primeira dose é suficiente está enganado: a segunda é crucial para que se alcance a máxima proteção possível”, complementa.  Wingler também destaca que, graças ao avanço da vacinação, Cachoeiro tem experimentado uma queda acentuada no número de casos e mortes por Covid-19. “Mas todos precisam fazer a sua parte, tomando a segunda dose no prazo certo, para que possamos melhorar ainda mais esses indicadores”, salienta.Busca por quem está com a D2 pendente  Para reduzir o número de pessoas com a segunda dose atrasada, a Semus tem adotado estratégias como mutirões de vacinação e busca ativa feita por agentes comunitários de saúde. “Nossas equipes estão empenhadas em alcançar esse público, para ampliarmos a cobertura vacinal”, afirma.Prazos vencendo em agostoA Semus alerta que, em agosto, o prazo para receber a segunda dose vence para diversos públicos em Cachoeiro.  

Pessoas com comorbidades devem procurar as Unidades Básicas de Saúde (UBS) ou a Policlínica Municipal na data marcada no cartão de vacina. Outras pessoas que estiverem com a segunda dose da Astrazeneca em atraso também devem procurar esses locais.Já as gestantes e puérperas precisam ir à Policlínica Municipal ou às UBS dos bairros Aquidaban e Jardim Itapemirim, para receberem a segunda dose – as que tomaram a D1 de Astrazeneca receberão Pfizer.   

No caso dos profissionais da educação, a segunda dose será feita por meio de agendamento realizado pelas escolas, seguindo a data no cartão de vacina e o local será indicado a partir desse agendamento.

Para as pessoas com mais de 35 anos que receberam a primeira dose da vacina CoronaVac e já estiverem o prazo para a segunda dose para vencer, a orientação é se dirigir apenas à Policlínica Municipal na data estabelecida.

Para a receber a segunda dose, basta levar um documento de identidade com foto e o cartão de vacinas ao local de vacinação.

Tags relacionadas: Saúde