Connect with us

Destaque

Iconha: Professores se reinventam e promovem atividades integradas na escola

Postado

on

Em meio ao conturbado cenário mundial da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), não é fácil aplicar no ensino a distância as metodologias para explorar os conteúdos de maneira significativa. Dessa forma, os professores de Matemática André e Organdi, e de Biologia, João Paulo, da EEEFM Coronel Antônio Duarte, em Iconha, desenvolveram com as turmas do segundo ano do Ensino Médio um trabalho interdisciplinar, mostrando a relação entre conceitos de Genética e Probabilidade.

Inicialmente, os trabalhos decorreram das videoaulas do Programa Escolar, referentes aos conteúdos da Primeira Lei de Mendel, Heredogramas e Probabilidade. Os professores utilizaram ferramentas do Google para interagir com os alunos de forma interdisciplinar: aula ao vivo, por meio do Google Meet, e postagem das atividades e comentários no Google sala de aula.

Em Biologia, o professor lançou a proposta da construção de um heredograma da família para cada aluno. Os estudantes poderiam escolher uma característica genética, que seria aplicada em seu heredograma. Conceitos de genótipo, fenótipo, homozigoto, heterozigoto, dominante e recessivo foram abordados nesta etapa. Em Matemática, os professores discutiram sobre experimentos aleatórios, o cálculo da probabilidade de um evento, eventos independentes e união, e intersecção de eventos.

Os professores produziram um material mostrando a conexão entre os conteúdos de Biologia e Matemática e, por meio da aula ao vivo, usando o Google Meet, compartilharam esse material, discutiram e resolveram problemas de genética envolvendo a Primeira Lei de Mendel. Dessa forma, abordaram na mesma aula o estudo desse tema, articulando-o à probabilidade, e interagindo com os alunos.

Ao final do estudo, os professores apresentaram a proposta de trabalho aos alunos: elaborar um problema envolvendo a Primeira Lei de Mendel e a probabilidade, a partir do heredograma da sua família, construído anteriormente. Para desenvolver essas atividades,  os alunos poderiam utilizar ferramentas do Microsoft Word e até o seu próprio caderno. As apresentações do produto final da atividade ocorreram também por meio de uma aula ao vivo, utilizando o Google Meet, na semana seguinte à realização da aula.

Avaliando a atividade desenvolvida, os professores observaram que, quando ela é contextualizada e interdisciplinar, apresenta resultados muito produtivos e satisfatórios. A atividade, segundo eles,  permitiu estimular o raciocínio, a lógica, a observação, o levantamento de hipóteses, análise e a escrita dos resultados. 

Possibilitou também mostrar a relação entre os conteúdos estudados nas duas disciplinas, evidenciando a aplicação dos conceitos de probabilidade em diferentes situações em genética.

Além da interação na aula ao vivo, o material foi disponibilizado na sala de aula virtual da turma, para continuação dos estudos e acompanhamento da realização da tarefa proposta. Além disso, nesse espaço os professores acompanharam e interagiram também com os alunos que não puderam participar da aula ao vivo, mas que tiveram acesso ao material para realização da tarefa. Para os alunos que não têm acesso à internet e não conseguiram participar da atividade na aula ao vivo e nem na sala de aula virtual, o material foi disponibilizado de forma impressa, para retirada pelo aluno na escola.

“Com a explicação dos professores e as atividades resolvidas na videoconferência, consegui entender o conteúdo. Gostei muito da aula, que foi bem interativa e explicativa. Gostei do conteúdo, que é muito interessante e espero por mais aulas como essas e outras que estamos tendo”, afirmou a aluna Alessandra Ribeiro dos Santos.

Comente Aqui!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *