Connect with us

Cachoeiro de Itapemirim

Cachoeiro recebe 1.100 doses de CoronaVac para segunda aplicação em idosos

Postado

em

Cachoeiro recebe 1.100 doses de CoronaVac para segunda aplicação em idosos

A partir de segunda-feira (21), elas estarão disponíveis na Policlínica Municipal Bolívar de Abreu Foto: Márcia Leal/PMCI

Cachoeiro recebeu, nesta sexta-feira (18), uma remessa de 1.100 doses da vacina CoronaVac para segunda aplicação em idosos.

A partir de segunda-feira (21), elas estarão disponíveis na Policlínica Municipal Bolívar de Abreu (Centro Municipal de Saúde), no bairro Santo Antônio, garantindo nova oportunidade para aqueles que ainda precisam completar o ciclo vacinal contra a Covid-19 iniciado com esse imunizante.

Não é necessário agendamento prévio. O atendimento para imunização é feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 15h. É preciso levar o cartão de vacina – onde consta a data da segunda dose – e um documento de identificação (RG, CPF ou cartão do SUS).

“Fazemos um apelo aos idosos que estão com a segunda dose da CoronaVac atrasada para que compareçam à Policlínica. É tomando a dose dois, mesmo depois do prazo previsto, que se garante o máximo de proteção que a vacina pode proporcionar”, pede o secretário municipal de Saúde, Alex Wingler.

A Secretaria Municipal de Saúde ressalta que é muito importante que familiares e amigos incentivem os idosos a concluírem o esquema vacinal, se possível, acompanhando-os até a Policlínica.

“Alguns idosos podem ter tido alguma reação adversa pós-vacina e ficaram com receio de tomar a segunda dose. Mas os efeitos, quando ocorrem, são brandos, como dor no local da aplicação e dor de cabeça, considerados comuns a vários imunizantes. Nesses casos, a atuação da família, ajudando no esclarecimento do idoso, é fundamental”, avalia Wingler.

Vai vacinar? Doe alimentos e itens de higiene

As pessoas que se vacinam contra a Covid-19 em Cachoeiro podem colaborar com a campanha Compartilhe Amor, doando, no momento da vacinação na unidade de saúde, alimentos não perecíveis e itens de higiene (álcool em gel e sabão), na quantidade que quiserem. A Prefeitura destina todos os produtos arrecadados a famílias em situação de vulnerabilidade social, para reforçar as ações de combate à insegurança alimentar no município durante a pandemia.

A participação na campanha também é aberta às pessoas para quem ainda não chegou a hora da imunização. Além das unidades básicas de saúde, é possível entregar os donativos nos postos de coleta das lojas do Perim Supermercados, parceiro da iniciativa.No momento, a campanha busca ampliar a arrecadação de itens como farinhas de trigo e mandioca, óleo de cozinha, fubá, canjiquinha, açúcar, pó de café e macarrão.

Tags relacionadas: Saúde