Connect with us

Destaque

Últimos dias para inscrições no Energy Starter: EDP busca startups para desenvolver soluções relacionadas a energias renováveis e hidrogênio verde

As inscrições para o programa global de inovação estão abertas até 28/01 para startups e scaleups de todo o mundo; as selecionadas participarão de um bootcamp em Singapura em abril.

Published

on

O período de inscrições para a 8ª edição do Energy Starter está na reta final. É a última oportunidade para startups e scaleups (empresas tecnológicas de rápido crescimento) com projetos voltados para energias renováveis e hidrogênio se inscreverem no programa global de inovação aberta da EDP, que visa acelerar o desenvolvimento e a implementação de soluções para a transição energética. As inscrições podem ser feitas pelo  site do programa, até 28 de janeiro, por empresas do mundo todo.

Após o processo de avaliação, que inclui um pitch online, as empresas selecionadas participarão de um bootcamp e um open day, em Singapura, previstos para acontecer em abril, onde irão apresentar suas soluções a vários especialistas da EDP, de diferentes unidades de negócio e mercados, com o objetivo de acelerar o desenvolvimento em conjunto de projetos-piloto e parcerias. Além do desenvolvimento do projeto e potencial contrato com a EDP, as melhores soluções terão a oportunidade de entrar para o pipeline da EDP Ventures, veículo de investimento em startups, podendo ser uma das futuras investidas.

O Energy Starter faz parte das ações da EDP para contribuir a alcançar as metas de expansão de energias renováveis e acelerar a sua implementação por meio da inovação. A EDP é líder global em renováveis, com mais de 25 GW instalados, e tem a ambição de duplicar essa capacidade até 2030. O hidrogênio verde, uma tecnologia em crescimento exponencial, também é uma área importante para a Companhia e faz parte da estratégia da EDP de investir em projetos que garantam mais 1,5 GW de capacidade até 2030.

No Brasil, a EDP foi pioneira com a geração da primeira molécula de hidrogênio verde da América Latina em dezembro de 2022. Em 2023, a empresa anunciou a assinatura de um Memorando de Entendimento (MoU) com a ArcelorMittal Tubarão para avaliar a viabilidade técnica e econômica de uma planta-piloto para a produção e uso de hidrogênio verde no processo de fabricação do aço.

Nas últimas sete edições do programa, a EDP selecionou 192 startups de 27 países, desenvolvendo em conjunto 75 projetos-piloto, 28 implementações comerciais e 15 investimentos de capital de risco, que já começaram a remodelar o cenário energético. Estes projetos que representaram um total recorde de €24 milhões em acordos, refletem os esforços da EDP na promoção da inovação, por meio de colaborações estratégicas, além de reafirmarem o compromisso da empresa no desenvolvimento de tecnologias sustentáveis que possibilitam um futuro energético mais sustentável e eficiente. No Brasil, além dos projetos, três das startups investidas pela EDP Ventures participaram do programa, o que reforça a importância desse primeiro contato com a EDP por meio dos programas globais de inovação da empresa.

Dividido em três módulos, o Energy Starter aborda três áreas-chave para a transição energética. O primeiro foi dedicado às redes elétricas do futuro e terminou com um bootcamp em Santander, Espanha, em dezembro de 2023. A segunda fase do programa é esta, com inscrições abertas atualmente, buscando soluções para energias renováveis e hidrogênio verde. A edição de 2023-2024 será encerrada com um último módulo voltado à mobilidade e iniciativas para clientes, com foco no desenvolvimento de soluções que apoiem os consumidores no seu caminho de descarbonização, facilitem a transição global para a mobilidade elétrica e impulsionem a criação de soluções de geração distribuída.

Para mais informações, acesse o site do Energy Starter.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As Mais Destacadas